Meditação

Para homens

Escureça o Oratório (ou o lugar de suas práticas meditativas) e acenda um círio branco. Queime incenso, de modo que uma densa fumaça encha o aposento. Recite os seguintes versos do Antigo Canto de Amergin:
EU SOU O VENTO QUE SOPRA PELOS MARES,
EU SOU O MACHO SELVAGEM,
EU SOU A ÁGUIA NO PENHASCO,
EU SOU RÁPIDO COMO O GAVIÃO,
EU SOU GUERREIRO DE MUITAS BATALHAS,
EU SOU FORTE COMO UMA LANÇA,
EU SOU A PONTA DE UMA ESPADA,
EU SOU A PELE DO TAMBOR QUE CONCLAMA À GUERRA,
EU SOU A CORDA DA HARPA,
EU SOU O CAMPEÃO DOS FRACOS,
EU SOU A VISTA DA MONTANHA MAIS ALTA,
EU SOU SOU A SABEDORIA DO POÇO MAIS FUNDO,
EU SOU O VENCEDOR DO DIA E DA NOITE.
SEMPRE VIVI. JÁ FUI TUDO!


Quando estiver recitando estes versos, detenha-se naqueles que clamarem mais em seu interior e repita-os. Ao sentir que o tempo e o espaço foram alterados, visualize a mão do Cavaleiro Lanceloth (seu Animus) saindo da fumaça do incenso.
A mão de Lanceloth of The Lake, empunha uma magnífica Espada. No seu dedo repousa um Anel Mágico. Lanceloth aproxima sua mão de você, de modo que seu Anel fica bem nítido. Observe o desenho e a ornamentação do Anel. Este Anel, foi lhe dado pela Dama do Lago (sua Anima) e ele tem o poder de destruir todo os encantamentos (ilusões e tentações do Caminho).

Ao meditar sobre o Anel, concentre-se em pelo menos uma dúvida, preocupação ou insegurança sobre sua vida material ou espiritual. Sinta que a força de Lanceloth está com você e o ajuda em qualquer dificuldade. Sinta também, o poder de todos os seus ancestrais masculinos, de todos os cavaleiros e guerreiros fluir em você.

Ao fazer isto, visualize um brilho emanar do Anel e envolvê-lo. O calor deste brilho cobre seu corpo, até que você também irradie essa luminosidade sobrenatural. Fique sob a presença desta Luz por alguns minutos e inspire-a. Deixe-a invadir seu coração e pulmões ao respirar. Imagine esta Luz penetrando nos músculos de seu peito e ombros. Após alguns momentos, a luminosidade começa a diminuir e você vê apenas a fumaça do incenso.

Volte a seu estado normal de consciência, repetindo uma ou outra frase do Canto acima. Termine seu exercício com a frase final do Canto: SEMPRE VIVI. Já FUI TUDO!

Faça este exercício uma vez por semana. Recomenda-se que ele seja feito as terças ou quintas-feiras.

(Exercício Ritual da Tradição Arthuriana, ramo do Caminho Cavaleiresco do Ocidente).


Para mulheres

Escureça o Oratório (ou o lugar de suas práticas meditativas) e acenda um círio branco. Queime incenso, de modo que uma densa fumaça encha o aposento. Recite os seguintes versos inspirados no Antigo Canto de Amergin:
EU SOU O VENTO QUE SOPRA PELOS MARES,
EU SOU A FÊMEA SELVAGEM,
EU SOU A ÁGUIA NO PENHASCO,
EU SOU RÁPIDO COMO O GAVIÃO,
EU SOU A GUERREIRA DE MUITAS BATALHAS,
EU SOU FORTE COMO UMA LANÇA,
EU SOU A PONTA DE UMA ESPADA,
EU SOU A PELE DO TAMBOR QUE CONCLAMA À GUERRA,
EU SOU A CORDA DA HARPA,
EU SOU A CAMPEÃ DOS FRACOS,
EU SOU A VISTA DA MONTANHA MAIS ALTA,
EU SOU SOU A SABEDORIA DO POÇO MAIS FUNDO,
EU SOU A VENCEDORA DO DIA E DA NOITE.
SEMPRE VIVI. JÁ FUI TUDO!


Quando estiver recitando estes versos, detenha-se naqueles que clamarem mais em seu interior e repita-os. Ao sentir que o tempo e o espaço foram alterados, visualize a mão da Dama Morgana (sua Anima) saindo da fumaça do incenso. A mão de Morgana Le Fay empunha uma magnífico Cálice e no seu dedo repousa um Anel Mágico. Morgana aproxima sua mão de você, de modo que seu Anel fica bem nítido.

Observe o desenho e a ornamentação do Anel. Este Anel, foi lhe dado por Merlin o Sábio (seu Animus) e ele tem o poder de destruir todo os encantamentos (ilusões e tentações do Caminho). Ao meditar sobre o Anel, concentre-se em pelo menos uma dúvida, preocupação ou insegurança sobre sua vida material ou espiritual.

Sinta que a força de Morgana está com você e a ajuda em qualquer dificuldade. Sinta também, o poder de todos os seus ancestrais femininos, de todas as Damas e Guerreiras fluir em você. Ao fazer isto, visualize um brilho emanar do Anel e envolvê-la. O calor deste brilho cobre seu corpo, até que você também irradie essa luminosidade sobrenatural.

Fique sob a presença desta Luz por alguns minutos e inspire-a. Deixe-a invadir seu coração e pulmões ao respirar. Imagine esta Luz penetrando nos músculos de seu peito e ombros. Após alguns momentos, a luminosidade começa a diminuir e você vê apenas a fumaça do incenso.

Volte a seu estado normal de consciência, repetindo uma ou outra frase do Canto acima. Termine seu exercício com a frase final do Canto: SEMPRE VIVI. Já FUI TUDO!

Faça este exercício uma vez por semana. Recomenda-se que ele seja feito as terças ou quintas-feiras.

Tradicionalmente, Morgana Le Fay (o Arquétipo da Sacerdotisa) mostra-se como uma linda mulher de cabelos vermelhos, usando roupas e ornamentos medievais. Porém, você pode visualizar qualquer imagem de mulher significativa para sua vida espiritual pessoal.